Conversas de Autocarro #1

Eu sou estranha nalgumas coisas. Mas espero que seja um estranho-bom. Porque quando eu for velhinha espero cruzar-me com pessoas estranhas como eu. Digo “Bom Dia” ao condutor de autocarro, mesmo que ele não me responda, e às vezes falo com desconhecidos. Como estas conversas acontecem mais-ou-menos frequentemente, quero guardá-las com carinho. Porque se não fizeram… Read More Conversas de Autocarro #1