People-by-heart VS people-recipe

Hoje vamos falar de dois tipos de pessoas. Vamos falar sobre as pessoas-a-olho e as pessoas-receita e vamos tipificar as suas diferenças.

Pessoas-a-olho

As pessoas-a-olho são absolutamente incapazes de seguir uma receita, medir o que quer que seja ou ler e seguir regras no geral.

Uma pessoa-a-olho não se impede de fazer mudanças em casa, armar-se em carpinteira ou experimentar uma nova receita de bolo de kiwi. Faz tudo isto e mais alguma coisa, mas não segue as regras. Ao invés, olha muito de relance para tudo o que é medidas e faz uma matemática muito básica na sua pequena cabeça para traduzir medidas exactas para mais-ou-menos um copo, mais-ou-menos um palmo ou mais-ou-menos a altura da anca.

Uma pessoa-a-olho, confia piamente na capacida que o seu olhar tem de atingir a fórmula correcta que vai fazer uma receita ou um projecto resultar “quase” como era suposto. A pessoa-a-olho gostava de ter os resultados da pessoa-receita, sem ter de ser uma pessoa-receita.

Coisas que acontecem com a pessoa-a-olho

Às vezes os bolos saiem bem, outras vezes não cozem no meio, ficam torrados no fundo ou nem crescem.

Às vezes os projectos correm bem, outras vezes a mesa fica bamba, a cortina fica curta ou o quadro fica torto.

Na verdade, as pessoas-a-olho podiam ser chamadas de pessoas-às-vezes. Por que às vezes… até resulta. 

Vantagens de ser
uma pessoa-a-olho
Desvantagens de ser
uma pessoa-a-olho
✧ Sentir a liberdade de não estar agarrada a medidas, regras ou pesos.

✧ Apreciar a surpresa que é quando as coisas correm bem.

✧ Ganhar resistência à desilusão e ao falhanço.

✧ Desenvolver a propriedade Macgyver, e ser capaz do mais acrobático desenrascanço, nas mais variadas situações.

✧ Ter resultados menos bons, variadas vezes, como resultado do acto de ignorar medidas.

✧ Ter de lidar com a desilusão quando as coisas não correm bem.

✧ A constante inveja que a pessoa-a-olho sente da pessoa-receita – porque com eles corre sempre tudo bem.

✧ A incerteza de nunca saber se desta vez vai correr bem ou mal.

Pessoas Receita

As pessoas-receita são exemplares, perfeccionistas. Seguem as medidas à grama e ao milímetro. Com elas tudo corre bem à primeira porque eles confirmaram os números 4 vezes antes de avançar com o projecto.

Uma pessoa-receita faz tudo perfeitinho, com medidas profissionais. E nem sequer se envolve num projecto que não tenha sido planeado com detalhe e medidas. A pessoa-receita adora fazer planos. Adóóoooora.

O resultado das suas acções é sempre maravilhosamente previsível. É uma vida serena. A pessoa-receita não confia nas pessoas-a-olho, nem confia no seu próprio olhar, mas dêm-lhe um copo medidor ou uma fita métrica para a mão e está tudo bem, somos todos amigos outra vez.

As pessoas-receita, apesar do nome, não adoram experimentar receitas. Gostam de fazer e refazer aquelas receitas que já testaram e sabem que correm bem e o verbo experimentar já lhes parece uma coisa pouco planeada e medida.

Coisas que acontecem com a pessoa-receita

Os bolos, os pratos complicados, os molhos manhosos… tudo sai como a receita diz. Se sair diferente, a receita estava errada.

Se há um ingrediente em falta, não se substitui por outro similar. Não. Tem de ser aquele ingrediente, daquela cor e daquele peso e daquela origem, se não, já se sabe, a receita vai sair um desastre.

As mesas ficam impecávelmente niveladas. E se não ficarem (provavelmente porque uma pessoa-a-olho se meteu ao barulho), a pessoa-receita tem o ardente desejo de desfazer e voltar a fazer tudo de novo. Até acertar, tudo certinho, do ínicio ao fim. Medidas certas!

Vantagens de ser
uma pessoa-receita

Desvantagens de ser
uma pessoa-receita

✧ A serenidade de saber sempre o resultado.

✧ Poder confiar em intrucções e regras.

✧ Diminuir consideravelmente a probabilidade de erros.

✧ Poder exercer a gabarolice perante os falhanços das pessoas-a-olho.

✧ A falta de emoção associada à previsibilidade.

✧ Ter de lidar com pessoas-a-olho na sua vida.

✧ A irritabilidade que cresce quando não existem medidas para seguir.

✧ Limitada capacidade de contornar obstáculos quando algo corre mal, sem ter de desenhar um novo projecto ou mudar de receita.

Conclusões

A pessoa-a-olho faz o plano já com uma perna na sua atabalhoada execução, a pessoa receita planeia várias vezes, altera variáveis e medidas e submete o recrimento para o formulário para o projecto… antes de se decidir a avançar.

Se esta tipologia vos parece *ligeiramente* parcial é porque eu sou claramente uma pessoa-a-olho. #semvergonha

E vocês?

 


Let’s talk about two types of people. People-by-heart and people-recipe and let’s start by typifying their differences.

People-by-heart

People-by-heart are absolutely unable to follow a recipe, measure whatever it is or read and follow rules in general.

A person-by-heart is not deterred from making changes at home, putting on a carpenter’s work or trying out a new recipe for a kiwi cake. It does all of this and more, but it does not follow the rules. Instead, takes a glance at everything that is measured and does a very basic math on their little head to translate exact measurements to more-or-less a glass, plus-or-minus an hand-length or more-or-less to hip height

A person-by-heart, piously relies on the ability of their eye to achieve the right formula that will make a recipe or a project end up “almost” as it was supposed to. The person-by-heart would love to have the results of the person-recipe, without having to be a person-recipe.

Things that happen to the person-by-heart

Sometimes the cakes come out well, sometimes they do not bake in the middle, they are roasted in the bottom or they do not grow.

Sometimes the projects go well, other times the table is limping, the curtain is short or the table is crooked.

In fact, people-by-heart could be called people-sometimes. Because sometimes … it works.

Advantages of being a person-by-heart Disadvantages of being a person-by-heart
✧ The freedom of not being attached to measures, rules or weights.

✧ Appreciating the surprise that they get when things go well.

✧ Gaining resistance to disappointment and failure.

✧ Develop a Macgyver property, and be capable of the most acrobatic solution, in the most varied situations.

✧ Having less than good results, several times, as a result of ignoring measures.

✧ Having to deal with disappointment when things do not go well.

✧ The constant envy that the person-by-heart feels towards the person-recipe – because with them things always go well.

✧ The uncertainty of never knowing if this time things will go well or not.

People-recipe

The people-recipe are exemplary perfectionists. They follow the measurements to the millimeter. With them, everything goes well at first try because they confirmed the numbers 4 times before moving on with the project.

A person-recipe makes everything perfect, with professional measures. And they do not even get involved in a project that has not been planned with detail and measures. The person-recipe loves making plans. Loooooves.

The outcome of their actions is always wonderfully predictable. It is a serene life. The person-recipe does not trust people-by-heart, nor does he trust his own look, but give him a measuring cup or a measuring tape and everything’s okay, we’re all friends again.

The people-recipe, despite the name, do not love to try recipes. They like to make and redo those recipes that have already been tested and known and the verb “to experience” already seems to them like something with little planning and measure.

Things that happen to the person-recipe

The cakes, the complicated dishes, the sour sauces … everything comes out as the recipe says. If it turned out different, the recipe was wrong.

If one ingredient is missing, it is not replaced by a similar one. No. It has to be that ingredient, with that color and that weight and from that origin, if not, you know, the recipe will be a disaster.

The tables they build turn out impeccably stable. And if they do not (probably because a person-by-heart got in the way), the person-recipe has the burning desire to undo it all and do it all over again. Until they get it all right, from beginning to end. Right measures!

Advantages of being a person-recipe Disadvantages of being a person-recipe
✧ The serenity of always knowing the result.

✧ Being able to trust instructions and rules.

✧ Reduce the likelihood of errors considerably.

✧ Be able to gloat in front of people-by-hearts’s failures.

✧ The lack of emotion associated with predictability.

✧ Having to deal with people-by-heart in your life.

✧ The irritability that grows when there are no measures to follow.

✧ Limited ability to bypass obstacles when something goes wrong, without having to design a new project or change recipe.

Conclusions

The person-by-heart makes the plan already with one leg in its (probably unsuccessful) execution, the person-recipe plans several times, changes variables and measures and submits the request to the form for the project… before deciding to move forward.

If this typology seems to you * slightly * partial, it is because I am clearly a person-by-heart. #noshame

What about you?

Anúncios

One thought on “People-by-heart VS people-recipe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s