A portuguese christmas for swedes

Como já devem ter percebido, manter um desafio até ao fim já não é o meu forte. Mas relembro que fiz o 100 days of happy no Instagram! Para já vamos tentar actualizar mais vezes aqui a cabana.

Ora bem, depois da viagem à Polónia, foi tempo de preparar a visita a Portugal. 
A família do O. veio passar o natal com a minha família e foi uma bela oportunidade de perceber e ultrapassar as diferenças culturais.

Sendo a minha família da beira e hanituada às lides do campo, a comida com bons ingredientes foi das coisas que mais conquistou o grupo de suecos. Entre jantares e almoços com mesas a perder de vista e uma variedade exagerada de sobremesas, tenho a certeza que lhes proporcionámos um natal exótico.

Aproveitámos também para visitar o Porto e regar os paladares com os melhores vinhos do porto. Visitámos as caves e passeámos  na cidade durante dois dias antes de regressar à base beirã para uma passagem de ano pacata. 

  
A N. juntou-se a nós para estes últimos dias de visita e ajudou a servir de guia. Já quando os irmãos suecos atracaram em Lisboa pela primeira vez, também foi com a N. que fiz dupla como guia.
Os suecos regressaram a casa no dia 4, mas eu voltei ao ninho para mais uns dias de descanso. E, enquanto chove a potes em Portugal, na Suécia neva e a paisagem está apetecível. Espero que também haja neve quando chegar!

Como os dias de chuva não são os melhores para passar o dia ma rua, tenho aproveitado o tempo e a prenda de natal (um pirogravador) para fazer algumas invenções.

  

As you might have noticed, keeping up with challenges is not my thing anymore. But I can recall finishing the 100 days of happy on Instagram! Let’s settle with me trying to update the blog more often.

Now, after the trip to Poland, it was time to prepare the visit to Portugal.

O’s family decided to spend Christmas with my family in Portugal and it was a great opportunity to understand and overcome the cultural differences.

Being my family from a simple region and used to country life, the food with good ingredients was one of the things that won over the Swedish group. In between  dinners and lunches with long tables and an exaggerated variety of desserts, I’m sure we’ve gave them an exotic Christmas.

We also visited Porto and tasted the best port wines. We visited the cellars and we walked in the city for two days before returning to Beira Alta for a quiet New Year’s Eve. N. joined us for these last days of visit and helped serve as a guide. When the Swedish brothers sailed to Lisbon for the first time, it was also with N. serving as a guide with me.

The Swedes returned home on the 4th, but I went back to the nest for a few days of rest. And while it rains the pots in Portugal, Sweden has snow and the landscape is desirable. I hope also there is snow when I finally arrive!

As the rainy days are not the best to spend the day outside, I have taken advantage of the time and Christmas gift (a burner pen) to make some crafts!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s