Weekend in Stockholm

Fui surpreendida pelo O. com um fim de semana em Estocolmo para celebrar os 2 anos de namoro.

Apanhámos o comboio na sexta à tarde e fomos direitos ao restaurante, este: Greken på Hornet. A comida era muito boa e a conversa fez-nos ficar até tarde. Como o meu budget ainda é muito pequenino, ofereci-lhe coisas feitas por mim. Um cartão com todos os segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses e anos que já passamos como casal; uma pedra em forma de coracão que serve de pisa papéis que diz “you rock my world” e um pau (stick em inglês) com a frase “let´s stick together” escrita. Ele pareceu gostar muito, se não gostou, disfarcou bem!

Depois do jantar, seguimos para a casa dos nossos anfitriões, um amigo de infância do O. e a namorada. No Sábado aproveitámos para dormir até tarde, preparar um brunch decente e fazer planos para essa noite. 

Durante a tarde demos um salto ao Café Lissabon – um recanto português na capital sueca. Comemos um pastel de nata cada um, que acompanhámos com café (descafeinado no meu caso).

Mas o jantar prometia e comecámos os preparativos cedo. Como alguns dos amigos do O. estiveram em Lisboa há um ano atrás e beberam sangria feita por mim, voltei a preparar uma sangria para o grupo de 8 pessoas. A sobremesa também ficou por minha conta: um pseudo-tiramisú feito com natas, café, chocolate e bolacha maria! Talvez faca um post com a receita um dia destes. 

Os nossos anfitriões estavam com sorte: os vizinhos tinham posto uma nota a avisar que iam fazer uma festa nessa noite, para não estranharmos o barulho. A verdade é que nós nem demos pela festa, porque a nossa durou até às 4h30 da matina com gargalhadas bem altas, palavras em português, sueco e húngaro. Souberam muito bem aquelas horas com pessoas que me transmitiram boas energias e diversão. Senti-me muito bem vinda. 

O domingo previa-se complicado, mas ninguém tinha exagerado na sangria ou no licor húngaro e não havia ressacas a registar. 

Como vimos que o sol estava a espreitar no céu, fomos até Djurgården e apanhámos o barco até Slusen para irmos ao Fotografiska – um museu de fotografia muito interessante. 

Lá vimos várias exposicões e numa delas havia duas fotografias tiradas em Lisboa. Faziam parte de uma colaccão chamada “Ladies” mas não me lembro do nome do fotógrafo ou fotógrafa.

O nosso comboio de regresso era na segunda de manhã cedo (cedíssimo) portanto a noite de domingo foi passada com pizza para o jantar e o filme “Kings of Summer” na tv. 

Obrigada, Hanktor, pelo fim de semana espectacular! 🙂

Às 5h da manhã do dia seguinte, fiquei surpeendida com a quantidade de pessoas já a apanhar o metro para ir trabalhar. Suponho que saiam do trabalho igualmente cedo!

—-

To celebrate two years of our relationship, O. surprised me with a weekend trip to Stockholm.

We took the train on Friday afternoon and went right to the restaurant, this one: Greken på Hornet. The food was very good and the conversation made us stay up late.

As my budget is still very little, I offered him DIY things. A card with all the seconds, minutes, hours, days, weeks, months and years that we´ve been together; a heart-shaped stone that says “you rock my world” and a stick with the phrase “let’s stick together” writen. He seamed happy with the gift. 

After dinner, we went to the house where we were staying for the weekend, with a childhood friend of O.´s and his girlfriend. On Saturday we took the opportunity to sleep in, have a good brunch and make plans for that night.

By the afternoon we took the tram into the city to go to Café Lissabon – A Portuguese place in the Swedish capital. We ate a custard tart each, which we accompanied with coffee (decaf in my case).

But the dinner with friends on Saturday was the main event and we had to start preparting early. As some of the O. friends were in Lisbon a year ago and drank sangria made by me, I started to prepare sangria for the group of 8 people. The dessert was also my responsibility: a pseudo-tiramisu made with cream, coffee, chocolate and cookie crumbles from cookies of the brand “Maria”! Perhaps I can make a post with the recipe, one of these days.

Our hosts were lucky: the neighbours had put a note warning that they were going to have a party that night. The truth is that we didn´t even notice there was a party because our dinner party lasted untill 4:30 with very loud laughter, words in Portuguese, Swedish and Hungarian. I loved the dinner and spending time with people who give out good energy and that are fun. I felt very welcomed.

We were predicting a complicated Sunday, but no one had exaggerated with the sangria or the Hungarian liquor and there were no hangovers to be registered.

We saw that the sun was peeking in the sky, so we went to Djurgården and we took the boat to Slusen to go to Fotografiska – a very interesting photography museum.

There were several exhibitions there and one of them had two photographs taken in Lisbon. They were part of a collection called “Ladies” but I do not remember the name of the photographer.

Our return train was very early on Monday so Sunday night was spent with pizza for dinner and the movie “Kings of Summer” on TV.

Thank you, Hanktor, for an awesome weekend! 🙂

At 5 am the next day, I was surprised with the amount of people already on their way to the city. I suppose they also leave work early in the day!

   
    
 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s