All Saints & Halloween

Este foi o primeiro halloween em que me mascarei como se fosse um carnaval e não com uma componente de terror.

Ora bem, fomos convidados para uma festa em que apenas nos podíamos mascarar de algo que começasse por um T ou um R – as iniciais dos anfitriões.

Depois de verificar o orçamento (um zero bem redondo), escolhemos ir de Fada dos Dentes e Dente – isto porque funciona tanto em inglês (Tooth Fairy e Tooth) e em sueco (Tandfe e Tand).

Fiz tudo o que precisava à mão: umas asas, um bastão, um dente, uma malinha em forma de dente e uma escova de dentes gigante! Tudo feito com cartão, papel e esferovite que ainda tinha da prenda que os papás enviaram. Ah e usei corda de estender a roupa para fazer os fios da escova.

Numa festa em que havia 2 rambos, uma coelha, um revolucionário e um camarão (räkor em sueco), fiquei surpreendida com o sucesso que o nosso disfarce fez. Além disso, aparentemente, o meu sueco já me ajuda a socializar. 

Depois da festa, foi a vez de conhecer a tradição de todos os santos da Suécia. Em muito parecida com a nossa, também é costume ir ao cemitério, limpar a campa (no caso deles é comum ser apenas uma pedra no chão rodeada por relva) e pôr uma vela e flores. Acende-se uma vela por cada pessoa que ja partiu.

Não sei se é o facto de terem campas no chão ou se é o facto de terem cemitérios mais amplos ou terem pouca luz… mas as velas espalhadas por todo o lado ficam lindas. É mágico passear por ali e há lugares em que a concentração de velas é maior. Sinceramente, perguntei-me várias vezes como á que não há incêndios ali. Mas depois lembrei-me do frio e da humidade… e a verdade é que não há grande hipótese.

This was the first Halloween in which my costume was more like a carnival costume, rather than a horror themed one.

Well, we were invited to a party with a rule: your costume had to start with a T or R – the initials of the names of the hosts.

After checking the budget (a well-rounded zero), we chose to go as the Tooth Fairy and Tooth – because it works in both in English and Swedish (Tandfe and Tand).

The costumes’ details were all handmade: wings, a tooth necklace, a tooth-shaped bag and a giant toothbrush! All done with cardboard, paper and styrofoam that I still had from the gift my parents sent me. Oh and I used laundry-rope to make the brush part.

At a party where there were 2 rambos, a rabbit, a revolutionary and a shrimp (räkor in Swedish), I was surprised with the success of our costume. Also, apparently, my Swedish is already good enough to socialize… when lubricated with some alcohol!

After the party, it was time to get to know the tradition of all saints in Sweden. Very similar to the portuguese, it is also customary to go to the cemetery, clean the grave (in Sweden it is common to be a stone in the ground surrounded by grass), light a candle and put some flowers. One lights a candle for each person who has died.

I do not know if it’s the fact that they have graves on the floor or if is the fact that they have larger cemeteries or have low light all around… but the candle lights scattered everywhere create a beautiful environment. It’s magical to walk around and there are places where the concentration of candles is even bigger. Honestly, I wondered several times how there are no fires all over the place. But then I remembered about the cold and dampness… and, the truth is: there is not that much of a chance.

  

  

  

  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s